Webmail   |   Add favoritos   |   Definir como página inicial   |   Indicar um amigo
quarta.feira - 28 de junho de 2017 - 17h45
 
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    
    



 
Comunidade de Testo Central Alto recebe quadra coberta do Executivo

A tarde de sábado foi festiva para a comunidade de Testo Central Alto, em especial para os alunos, educadores e pais da Escola de Educação Básica Municipal Professora Noemi Vieira de Campos Schroeder. O Executivo, através do prefeito Ércio Kriek, da vice-prefeita Gladys Sievert, da Secretária de Educação e Formação Empreendedora Neuzi Schotten, bem como demais secretários, inaugurou a quadra poliesportiva coberta da instituição de ensino.

 

As obras da cobertura da quadra tiveram início em 2015, sendo reiteradamente interrompidas até 2016. No início de 2017 foram retomadas e, inclusive, ampliadas. O valor investido na cobertura foi de R$ 265.878,66. “No entanto, vendo a situação em que encontrava o piso da quadra, a Prefeitura Municipal neste ano decidiu também fazer a restauração, garantindo que os alunos pudessem fazer nela suas atividades das aulas de Educação Física. Além da reforma, a quadra foi ampliada, chegando próximo às medidas de uma quadra oficial no valor. A restauração e ampliação teve o investimento de R$ 55.396,81”, explicou a Secretária de Educação e Formação Empreendedora.

 

Segundo Neuzi Schotten, no início deste ano, após verificar a situação em que se encontrava a cerca que separava a quadra da Rua dos Atiradores, oferecendo inclusive risco aos alunos, decidiu-se por construir o muro. “A obra do muro teve o investimento de R$ 32.302,18. Ou seja, a cobertura, a reforma e ampliação do piso e o muro somou um investimento de R$ 353.578,35, sendo 210.223,33 recursos provenientes do Governo Federal e R$ 143.355,02 de recursos próprios da Prefeitura Municipal de Pomerode”, complementou. 

 

Ércio Kriek, em seu discurso, destacou o orgulho de nominar a quadra de esportes prestando uma homenagem ao ciclista Edson Fischer, nascido em Blumenau no dia 10 de outubro de 1967, filho de Elmo e Ingeburg Fischer. “Para nós é sempre uma grande honra homenagearmos pessoas que fizeram parte da história de nossa cidade. Sabemos o quanto este espaço foi esperado e desejado por esta comunidade”, finalizou o prefeito.

 

Depois de descerrada a placa de identificação da obra e de o público presente cantar o hino de Pomerode, o prefeito foi convidado para dar o primeiro chute oficial ao gol.

Conheça a história de Edson Fischer:  O ciclista iniciou sua vida escolar em 1973, no Jardim de Infância Belém (Colégio Sinodal “Dr. Blumenau”). Em seguida frequentou o primário na Escola Estadual “Testo Central Alto” (atual Escola de Educação Básica Professora Noemi Vieira de Campos Schroeder). Para completar as séries ginasiais – de 5ª a 8ª séries, foi para a Escola Básica José Bonifácio.

 

No período do Ensino Médio, frequentou o curso de Auxiliar Técnico em Mecânica do Conjunto Educacional “Dr. Blumenau”. O Terceiro Ano, ou “Terceirão” concluiu no Colégio Dom Bosco, em Curitiba – PR, no ano de 1984.

 

Edson cresceu no ambiente familiar cercado de amor e de carinho, conquistou muitos amigos na escola, nos grupos de Juventude da Igreja Luterana e na Missão Evangélica União Cristã e no Grupo Escoteiro “João Ehlert”. No ano de 1987 foi professor de Ensino Religioso na Escola Básica José Bonifácio.

 

Sua trajetória no Ciclismo iniciou aos quatro anos, quando seus irmãos Horst e Hans o ensinaram a andar de bicicleta. Não é possível precisar quando ao certo iniciou a sua carreira, porém encontrou-se registros em jornais que tenha participado da modalidade de ciclismo – categoria Mirim - nos III Jogos Estudantis de Pomerode de 1979.

 

Edson também participou de outras atividades esportivas, como o “Festival de Arremesso e Prova de Velocidade”, em maio de 1979, bem como do “V Festival de Voleibol Infantil – Masculino”, realizado em junho de 1980, em Blumenau.

 

No entanto, a prática esportiva que mais lhe atraia era o ciclismo, pois tinha o seu irmão Hans Fischer como exemplo.

 

Em 1984, quando Edson estudou em Curitiba, ele morou no Lar do Jovem Estudante Luterano e seus amigos admiravam a determinação que ele apresentava para os estudos e para os treinos de Ciclismo. Em Curitiba, defendeu o Grêmio Esportivo Santa Felicidade – Caloi e por esse clube competiu em uma etapa do Campeonato Estadual na prova do Km contrarrelógio na categoria Aspirante e terminou a competição em 6º. lugar.

 

Edson prestou vestibular para o Curso de Agronomia em Florianópolis, Curitiba e Lages, em 1985, e obteve sucesso em todos eles. Optou por estudar em Florianópolis, cidade onde morava seu irmão Hans que pertencia naquele momento a Equipe BESC de Ciclismo. Edson foi acolhido pela mesma equipe e ainda no início do ano participou das Etapas do Campeonato Catarinense de Ciclismo e venceu a 2ª, 3ª e 4ª etapas na categoria Aspirante, assim como de outras competições realizadas naquele ano. Mais tarde, passou para a categoria Principal.

Seu irmão Hans encerrou sua carreira nas pistas de ciclismo em 08 de dezembro de 1985, por apresentar problemas cardíacos. Em 1986, Hans transferiu-se para Joinville para ser o treinador da equipe de Ciclismo da S.E.R. Tigre. Edson seguiu o mesmo caminho.

 

Sob a orientação do treinador Hans – irmão e amigo - Edson continuou vencendo ou ficando entre os primeiros colocados nas competições em que participava. Destacou-se tanto no cenário catarinense quanto no cenário nacional e sul-americano.

 

Quando completou 20 anos, em 10 de outubro de 1987, tomou a decisão de deixar o ciclismo profissional, pois queria dedicar-se ao Ciclismo amador. Esta decisão não foi bem aceita pelo irmão Hans, e por não querer trazer desgosto ao irmão, Edson continuou com afinco no Ciclismo profissional.

 

Em 1988, Edson transferiu-se para a casa dos pais em Pomerode, mas ainda pertencia ao quadro ciclístico da S.E.R. Tigre de Joinville. Continuou seus estudos na Universidade Regional de Blumenau, no Curso de Administração.

 

Entretanto, em 30 de abril, sofreu um atropelamento, falecendo em 09 de maio de 1988. Logo após os familiares receberem a notícia de que havia sido pré-selecionado para a Seleção Brasileira de Ciclismo, que disputaria a Olimpíada de Seul. Assim, Edson partiu, deixando um legado de garra e determinação para aqueles que o sucederam no ciclismo em nossa querida Pomerode.

 

.

Fonte: Assessoria de imprensa 3387-7273
Data: 12 de junho de 2017
  
 
 
 
 
 

Home     /     Imprensa     /     Localização     /     Contato




Prefeitura Municipal de Pomerode
Rua 15 de Novembro, 525 - Centro
Horário de funcionamento: 7h30 às 11h30 / 13h00 às 17h00.
CEP 89107-000 Pomerode - Santa Catarina
Fone. 47 - 3387.7200